19 maio 2007

Atã pois...!




Dizia, dois dias atrás, um elemento (feminino) do governo de Israel, que o novo foco de conflito em Gaza só foi possível pelo facto de os países ocidentais encararem a situação de permanentes escaramuças e atentados na zona fronteiriça do país como normal.

E então?! A senhora não sabe que o judeu, para o ocidental o reconhecer na sua condição, tem que estar sempre a jeito de levar, pelo menos, uns calduços de vez em quando?

1 comentário:

Range-o-dente disse...

Lá ao lado, no Líbano, anda tudo à chapada.

MAS a verdade é que os querubins de serviço, a que alguns chamam de esquerda tonta ou euroarábica, ainda não levantaram as questões que, se fosse com israelitas ou americanos já estariam em todos os telejornais.

1 - será que o exército libanês não se está a exceder no uso da força?

2 - Porque carga de água atacam eles os campos de refugiados palestinianos?

3 - Porque só morrem civis do lado oposto ao do exército?

E ainda há mais uma coisa que me intriga: não tinha a Comunidade Europeia enviado para lá uma força "robusta" para garantir o desarmamento do Hesbollah? Então que anda a guerrear o exército libanês? Gambuzinos?

... que Alá esteja consigo.

.