04 setembro 2007

Pensamentos cruzados

E. M. Escher, Encontro


Hoje de manhã, na RDP1, noticiava-se a instalação de sistemas de videovigilância nas escolas públicas. Em consequência:
Primeiro, lembrei-me da história do médico que se empenhava em fazer desaparecer os sintomas da doença, em vez de ir à sua raiz, eliminando-a. Assim, os pacientes pagavam de bom grado as consultas e os tratamentos, demorando mais tempo a aperceberem-se da sua incompetência.
E de que esta lhes acelerava a morte.
Depois lembrei-me desta frase, não sei de quem: "Ser polícia não é uma profissão, é um estado de espírito".
A seguir, veio-me à memória uma outra, proferida por Lord Darwin, personagem do romance Fundação, de Isaac Asimov: "A violência é o refúgio dos incompetentes".
Por fim, o que, anos atrás, um amigo meu, antigo docente da Escola Superior de Belas-Artes, me contou sobre uma experiência marcante que teve como professor na Venezuela da década de 60, a Venezuela de Carlos Andrés-Perez, à época grande esperança para a evolução democrática da América Ibérica.
Até hoje, nunca mais se esqueceu da sensação indescritível de ter que dar aulas com um polícia de metralhadora ao lado da secretária.
Foi isto.

2 comentários:

antonio disse...

Eu por mim ía buscar o próximo ministro da educação ao Burundi, porque em Portugal não vale a pena!

Joaquim Simões disse...

Se calhar não era má ideia...! Sobre estes assuntos, publiquei alguns posts nos dias 9, 13, 20, 23 e 25 de Julho. Mas só depois de me aconselhar com o meu advogado...!