28 setembro 2007

Sublinhado meu


“Recupere a ilusão”, dizia um cartaz político que vi em Espanha durante as férias. Muitos políticos, noutros sítios como aqui, gostam de semear ilusões. Mas a realidade é a maior inimiga da ilusão. Em Julho, dias depois de o Ministério da Educação ter anunciado a melhoria das notas de exames de Matemática no 12º ano, eram divulgados os resultados catastróficos – dois em cada três alunos foram reprovados – no exame de Matemática do 9º ano, precisamente no nível de ensino para o qual o governo tinha um plano especial. Era preciso fazer mais alguma coisa. E, pasme-se, o que a ministra fez foi pedir aos autores do anterior currículo, especialistas na experimentação pedagógica e na desvalorização do saber, para o reformular. Não seria mais sensato pedir a outras pessoas? Não estaremos a ser iludidos?
Carlos Fiolhais
(recolhido no blog De Rerum Natura, via comentário da Abobrinha a um post de Ludwig Kripphal, no Que Treta! )

1 comentário:

Range-o-dente disse...

http://range-o-dente.blogspot.com/2007/09/sem-sublinhados.html

E pronto (*).

(*) "Prontos", em novilingua.